Concurso TRF 1: Saiu o edital para nível Médio e Superior! Salários até R$ 14 mil!

Concurso TRF 1: Saiu o edital para nível Médio e Superior! Salários até R$ 14 mil!

edital TRF 1 (Tribunal Regional Federal da 1ª Região) foi finalmente publicado no Diário Oficial da União desta quarta-feira, dia 6 de setembro de 2017. São oferecidas 14 vagas imediatas, sendo a maioria delas para técnicos (nível médio) e as demais para analistas judiciário (superior). 

O Tribunal Regional Federal da 1ª Região, que abrange Distrito Federal, Acre, Amapá, Amazonas, Bahia, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Pará, Piauí, Rondônia, Roraima e Tocantins, divulgou nesta quarta-feira (6) o edital de concurso público para 20 vagas e formação de cadastro de reserva em cargos de níveis superior e médio. Os salários são de R$ 10.461,90 e R$ 6.376,41, respectivamente.

O Aprovando iniciará o curso para este concurso nos próximos dias, faça agora seu cadastro na lista de interesses para o curso.

 
Além disso, 6.798 candidatos podem fazer parte do cadastro para convocações ao longo do prazo de validade, que será de dois anos, podendo dobrar.

A organização é do Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), denominado Cespe, e as inscrições podem ser feitas das 10 horas do dia 13 de setembro de 2017 e 18 horas do dia 3 de outubro de 2017 (horário oficial de Brasília/DF), pelo site www.cespe.unb.br/concursos/trf1_17_servidor. As taxas são de R$ 86,00 para analista e R$ 75,00 para técnico.

 

Cargos do concurso TRF 1

 

Analista Judiciário – Área: Administrativa

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC)

 

Analista Judiciário – Área: Judiciária

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

 

Analista Judiciário – Área: Apoio Especializado – Especialidade: Informática

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Informática, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, ou diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC, acrescido de curso de especialização na área de Análise de Sistemas, com carga horária mínima de 360 horas

 

Analista Judiciário – Área: Apoio Especializado – Especialidade: Oficial de Justiça Avaliador Federal

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em Direito, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC

 

Analista Judiciário – Área: Apoio Especializado – Especialidade: Taquigrafia

REQUISITO: diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo MEC.

 

Técnico Judiciário – Área: Administrativa

REQUISITO: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau) ou curso técnico equivalente, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo órgão competente.

 

Técnico Judiciário – Área: Administrativa – Especialidade: Taquigrafia 

REQUISITO: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau) ou curso técnico equivalente, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo órgão competente.

 

Técnico Judiciário – Área: Administrativa – Especialidade: Segurança e Transporte

REQUISITO: certificado, devidamente registrado, de conclusão de curso de ensino médio (antigo segundo grau) ou curso técnico equivalente, expedido por instituição de ensino reconhecida pelo órgão competente e Carteira Nacional de Habilitação, categoria “C” ou “D”.

 

Etapas concurso TRF 1 2017

As provas objetivas do concurso TRF 1 2017 serão serão realizadas nas cidades de Belém/PA, Belo Horizonte/MG, Boa Vista/RR, Brasília/DF, Cuiabá/MT, Goiânia/GO, Macapá/AP, Manaus/AM, Palmas/TO, Porto Velho/RO, Rio Branco/AC, Salvador/BA, São Luís/MA e Teresina/PI.

Para o nível superior serão compostas por questões de Conhecimentos Gerais e Específicos, além de Redação. Os candidatos a especialidade de taquigrafia realizarão prova prática. Já para os técnicos, serão aplicadas questões de Conhecimentos Gerais e Específicos. Os especialistas em segurança e transporte realizarão exames de capacidade física e os candidatos a especialidade de taquigrafia realizarão prova prática.

Os exames serão aplicados para os cargos de nível superior na data provável de 26 de novembro de 2017, no turno da manhã, tendo  a duração de 4 horas e 30 minutos. Já para nível médio, terá duração de 3 horas e 30 minutos e serão aplicadas no turno da tarde.

 

Remunerações do edital TRF 1

É uma excelente oportunidade para candidatos com nível médio completo, nível superior em qualquer áreas e áreas especializadas que desejam seguir carreira em um tribunal de grande destaque no cenário nacional, pois os inicias são de R$ 7, R$ 12 ou R$ 14 mil em início de carreira, valores atualizados e que valerão a partir do segundo semestre do ano que vem, quando está previsto o ingresso dos novos servidores.

A remuneração do Analista Área Judiciária, Especialidade Oficial de Justiça Avaliador Federal, por exemplo, é composta por R$ 11.007, somada a gratificação de atividade, no valor de R$ 1.670,43, mais R$ 884 de auxílio-alimentação e R$ 300 de auxílio saúde pode chegar a R$ 13.861, podendo ainda ser acrescida de auxílio-natalidade de R$ 700, para candidatos que tenha filho.

Agora o valor de uma Analista Judiciário, Áreas Judiciária, Administrativa e demais especialidades passam a ser de R$ 11.007, somado aos auxílios-alimentação e saúde, chegam a R$ 11.921, podendo ainda ser acrescida de auxílio-natalidade de R$ 700, para candidatos que tenha filho. O valor de um Técnico Judiciário é de R$ 6.709, somados aos mesmos benefícios básicos, é de R$ 7.893, podendo ainda ser acrescida de auxílio-natalidade de R$ 700, para candidatos que tenha filho.

Todos os valores mencionados estão de acordo com a Lei 13.317, sancionada em junho deste ano pelo governo, onde são reajustados tanto o salário-base quanto a gratificação de atividade judiciária (GAJ). No topo das carreiras chegará, em 2019, a R$ 11.398 e R$ 18.701.

 

Validade concurso TRF 1

O prazo de validade do concurso esgotar-se-á após dois anos, contados a partir da data de publicação da homologação do resultado final, podendo ser prorrogado, uma única vez, por igual período.

 

Detalhes do edital TRF 1:

  • Concurso:Tribunal Regional Federal da 1ª Região (edital TRF 1)
  • Banca organizadora: Cebraspe
  • Cargos: Analista; Técnico
  • Escolaridade: Nível médio e superior
  • Número de vagas:14 + CR
  • Remuneração: Inicial de até R$ 14 mil
  • Inscrições: Entre 13 de setembro de 2017 e 3 de outubro  de 2017
  • Taxa: R$ 86 (analista) ou R$ 75 (técnico)
  • Data da prova: 26  de novembro de 2017
  • Edital Completo: Clique aqui

 

Últimas notícias

Concurso PRF 2018: CESPE é confirmado organizador do edital com 500 vagas! Até R$10mil

Concurso PRF 2018: CESPE é confirmado organizador do edital com 500 vagas! Até R$10mil

A Polícia Rodoviária Federal divulgou no Diário Oficial da União desta sexta-feira, 19 de outubro, a dispensa de licitação que confirma a escolha do Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) como instituição responsável pelo edital do concurso público (Concurso PRF 2018). O valor estimado do contrato é de aproximadamente R$12,8 milhões.

Acabou a espera! Edital MPU 2018 publicado!

Acabou a espera! Edital MPU 2018 publicado!

Acabou a espera! Edital MPU 2018 publicado! O concurso mais aguardado do ano acaba de ter edital publicado no Diário Oficial da União. O Ministério Público da União (Edital MPU 2018) oferta 47 vagas nos cargos de Analista do MPU/Direito e Técnico do MPU/Administração, além de formação de cadastro de reserva.

Concurso MPU 2018/2019: publicada portaria que define a banca organizadora do próximo concurso

Concurso MPU 2018/2019: publicada portaria que define a banca organizadora do próximo concurso

Cespe/Cebraspe é escolhido por dispensa de licitação para o concurso MPU O Ministério Público da União, MPU, publicou na quinta-feira, 16 de agosto, o Extrato de Dispensa de Licitação que define a banca organizadora do 10º Concurso Público do órgão. Com a oferta de vagas para Analista de Direito e Técnico Administrativo, o MPU escolheu o Cespe/Cebraspe como instituição organizadora.

Ver mais notícias